🏘 Transparência e democracia nos condomínios

O condomínio de moradia é um microcosmo da nossa vida política: Democracia, Corrupção, Transparência, Participação… Tudo acontece no condomínio, e guardadas as proporções, tudo muito parecido!

Que tal discutirmos aqui dados abertos nos condomínios?


Exemplos:

  • Com a LGPD (Lei Geral de Proteção de Dados Pessoais) a governança sobre o banco de dados de uma empresa, pública ou privada, ficou mais parecida com a governança sobre dados do condomínio.
    Nem todos os dados abertos são tão abertos assim; ao mesmo tempo que nem tudo que tem dono, tem um dono só. Mesmo as grandes empresas são co-proprietárias, precisam dividir uma fração da governança sobre os “seus” dados categorizados com outros donos.

  • Os 10 princípios estão aparentemente intactos para os condomínios, não parece haver demanda por nenhuma adaptação.

  • Cartórios digitais: o registro de documentos (atas, normas, documentos fiscais, etc.) para efeitos de fé pública é um dos pré-requisitos para se reduzir a corrupção nos condomínios, para reduzir corrupção nas prefeituras, para a desburocratização, gerar provas na justiça, redução de custos de transação, etc.
    Não é possível que em 2020 o único objeto digital passível de registro em cartório para efeito de fé pública, seja o documento PDF… E pior, qualquer resquício de estrutura e até o texto original do documento digitalmente assinado é destruída, o Cartório, quando não nos obriga a imprimir, nos devolve um PDF-imagem.
    Mesmo assim já existem mecanismos baratos para preparar datasets e documentos para o cartório.

3 curtidas

Interessante a ideia, @ppkrauss. Nesse tempo, você chegou a ver algum exemplo de condomínio que pratica dados abertos?

Para reflexão, acho que vale pensar em algumas informações que um condomínio poderia abrir. Em condomínios grandes, talvez faça sentido alguns desses:

  • tabelas de receitas e despesas por mês, prestação de contas
  • consumo mensal de energia, água e outros isumos, das áres comuns do condomínio
  • calendário e atas de reuniões de condomínio
  • histórico de mandatos de síndicos, subsíndicos, conselho fiscal, etc., com a vigência de cada um, data e placar de cada eleição
  • quantidade geral de visitantes por dia atendidos em portaria
  • quantidade geral de encomendas por dia atendidos em portaria
  • lista de números de ramais de interfone de serviço (ex.: portaria, administração, zelador…)
  • agenda de uso de espaços de lazer de área comum (academia, salão de festas, etc.), indicando apenas os slots de dias e horários e a indicação se o slot está livre ou ocupado, sem informações sobre pessoas
  • calendário e horários de recolhimento de lixo
  • calendário de manutenções (elevadores, reparos, etc.)
  • lista das empresas que ofertam serviços de internet no condomínio
1 curtida