A terceira onda dos dados abertos

O GovLab lançou o relatório onde descreve a terceira onda dos dados abertos (Third Wave of Open Data).

Descreve a primeira onda como sendo aquela em que jornalistas e outros ativistas solicitavam dados por meio de leis de acesso a informação, a chamada transparência passiva.

A segunda seria aquela que veio junto com o governo aberto, que trouxe a necessidade de se ter dados abertos como premissa (“by default”). No caso do Brasil elas vieram quase juntas, uma vez que, ao contrário de outros países que possuem leis de acesso à informação bastante antigas, por aqui chegou apenas em 2011, com vigência a partir de 2012. Foi nesse mesmo ano que foi lançada a Infraestrutura Nacional de Dados Abertos e o portal dados.gov.br.

Eles descrevem a terceira onda como aquela que não apenas abre dados, mas o faz com o propósito de maximizar os impactos econômicos e sociais provocados pelo uso desses dados.

Obrigado ao @Bruno por compartilhar no Telegram.

2 Curtidas